É a avaliação do médico obstetra, na qual são observados o desenvolvimento do feto e a saúde da mãe. Esse acompanhamento envolve o diagnóstico de eventuais enfermidades e a orientação correta à gestante.

São registradas informações importantes para a saúde do bebê e da gestante. Veja quais são:

  • Data da última menstruação (DUM);
  • Data provável do parto (DPP);
  • Número de semanas de gestação;
  • Frequência cardíaca do bebê;
  • Altura uterina;
  • Tipo sanguíneo e fator RH;
  • Peso e pressão arterial;
  • Presença ou não de inchaço;
  • Resultado de exames de rotina e outros;
  • Medicamentos receitados;
  • Vacinas aplicadas.

As consultas do pré-natal devem seguir uma periodicidade. Geralmente, a visita ao médico deverá ser mensal até o sétimo mês de gestação. Depois da trigésima semana, a consulta é indicada a cada quinze dias e no último mês de gravidez, recomenda-se que seja realizada semanalmente.

Essa periodicidade pode variar de acordo com a saúde da paciente e com as orientações médicas.

EXAMES

No aconselhamento são solicitados exames primordiais para o acompanhamento da gravidez.
Os mais solicitados são:

  • Papanicolau;
  • Exame de sangue;
  • Exame de Urina;
  • Exame de Fezes;
  • Ultrassonografia (a partir da 6ª semana de gestação);
  • Exame obstétrico.

No exame obstétrico, é realizada palpação dos contornos fetais entre as contrações para verificar a posição do bebê. Nele também são medidas a altura uterina, a circunferência abdominal e os batimentos cardíacos da gestante e do bebê.

Fontes:

Dr. Sergio dos Passos Ramos CRM17.178 – SP

Mehoudar, Anna. O pré-natal. In:Da Gravidez aos cuidados com o bebê.P27-30. 2012. 1ª Edição. Summus Editorial. São Paulo-SP

CONVIVENDO

Homenagear o pai, a mãe, o avô ou a avó, escolher o nome do galã ou da heroína da novela, ir pelo significado, ou mesmo tentar ser criativo. Pode tudo na hora de escolher o nome que seu bebê terá orgulho de ser chamado.

Fonte: GINECO.COM.BR

PRÉ-NATAL ACONSELHAMENTO
Contato via WhatsApp